Posso perde uma batalha, mas não desisto da luta


São Paulo, 27 de outubro de 2016, as 00:24.

Bom galera, devido o meu trabalho, e o fato de está sem internet banda larga em casa, as postagem serão um pouco mais demorada, mas continuarei postando. Também continuarei (a medida do possível, é claro) atendendo pedido de postagem. Quer ver alguma postagem aqui no blog, faça o seu pedido por e-mail, pelo meu Facebook, ou por comentários aqui mesmo no blog.
Quero agradecer a todos que tem acompanhado o blog ao longo do tempo, muito obrigado mesmo.

Forte abraço

DJ Dejota



sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Clementina de Jesus -1979- Clementina e Convidados

Para quem gosto de um bom samba de roda, este é um verdadeiro achado.

Vamos conhecer um pouco mais:

Clementina de Jesus da Silva (Valença, 7 de fevereiro de 1901 — Rio de Janeiro, 19 de julho de 1987) foi uma cantora brasileira de samba. Também era conhecida como Tina ou Quelé.
Nascida na comunidade do Carambita, bairro da periferia de Valença, no sul do Rio de Janeiro, mudou-se com a família para a capital aos oito anos de idade, radicando-se no bairro de Osvaldo Cruz. Lá acompanhou de perto o surgimento e desenvolvimento da escola de samba Portela, frequentando desde cedo as rodas de samba da região. Em 1940 casou-se e mudou para a Mangueira. Trabalhou como doméstica por mais de 20 anos, até ser "descoberta" pelo compositor Hermínio Bello de Carvalho em 1963, que a levou para participar do show "Rosa de Ouro", que rodou algumas das capitais mais importantes do Brasil e virou disco pela Odeon, incluindo, entre outros, o jongo "Benguelê". Devolta da Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, participava de festas das igrejas da Penha e de São Jorge, cantando canções de romaria. Considerada rainha do partido alto, com seu timbre de voz inconfundível, foi homenageada por Elton Medeiros com o partido "Clementina, Cadê Você?" e foi cantada por Clara Nunes com o "P.C.J, Partido Clementina de Jesus", em 1977, de autoria do compositor da Portela Candeia.

Músicas deste disco

01 - Tantas você fez (Candeia)
02 - Embala eu (Albaléria)
03 - Cocorocó (Paulo da Portela)
04 - Olhos de azeviche (Jaguarão)
05 - Boca de sapo (Aldir Blanc - João Bosco)
06 - Laçador (Catoni - Clementina de Jesus)
07 - Assim não, Zambi (Martinho da Vila)
08 - Na hora da sede (Luiz Américo - João de Barro)
09 - Sonho meu (Ivone Lara - Délcio Carvalho)
10 - Torresmo à milanesa (Adoniran Barbosa - Carlinhos Vergueiro)
11 - Caxinguelê das crianças (José Ventura)
12 - Papel reclame (Nelson Sargento)


Para baixar este disco clique aqui ou nas capas

Link 2-  Torrent (Clique aqui oara baixar)