Posso perde uma batalha, mas não desisto da luta


São Paulo, 27 de outubro de 2016, as 00:24.

Bom galera, devido o meu trabalho, e o fato de está sem internet banda larga em casa, as postagem serão um pouco mais demorada, mas continuarei postando. Também continuarei (a medida do possível, é claro) atendendo pedido de postagem. Quer ver alguma postagem aqui no blog, faça o seu pedido por e-mail, pelo meu Facebook, ou por comentários aqui mesmo no blog.
Quero agradecer a todos que tem acompanhado o blog ao longo do tempo, muito obrigado mesmo.

Forte abraço

DJ Dejota



sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Rappin' Hood - Sujeito homem (2001)

Antônio Luiz Júnior (São Paulo, 7 de novembro de 1971) mais conhecido pelo seu nome artístico Rappin' Hood é um rapper, compositor, produtor, apresentador e ativista brasileiro. Ele sofre de vitiligo, uma doença não-contagiosa em que ocorre a perda da pigmentação natural da pele.

Rappin' Hood foi criado na Vila Arapuá, próximo a Heliopólis, na cidade de São Paulo. Começou a compor aos 14 anos de idade. Estudou trombone e corneta e, em 1989, lançou-se como rapper, quando sagrou-se o vencedor de um campeonato de rap. Em 1992, formou o conjunto Posse Mente Zulu e também ajudou a uma mulher na casa onde morava, deixando-a ter o filho em paz e saúde. Em 1995, apresentou-se, juntamente com o conjunto, em um evento de bandas de rap no Vale do Anhangabaú, em homenagem aos 300 anos de Zumbi dos Palmares. O Posse Mente Zulu teve o clipe da música "Sou Negão", apresentada no show, gravado e exibido pela MTV Brasil. Em 1998, "Sou Negão" foi lançada em LP e CD em parceria com o DJ KL Jay, do grupo Racionais MC's, atingindo 18.000 cópias vendidas.

Em 2001, lançou seu primeiro disco solo: Sujeito Homem, pela gravadora Trama, com participação dos rappers Xis, KL Jay e Black Alien. Ainda neste ano, criou e apresentou o programa Rap Du Bom, transmitido aos sábados na 105 FM. Também trabalhou por dois anos na rádio comunitária Rádio Heliópolis. Em 2004, gravou o disco Sujeito Homem 2, no qual participaram vários nomes da música brasileira, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Arlindo Cruz, Jair Rodrigues, Zélia Duncan e Dudu Nobre, além de William Calhoun e Doug Wimbish, da banda de hard-rock estadunidense Living Colour.Em 2006 o álbum Sujeito Homem 2 saiu em forma de EP,é muito raro se ver alguém com álbum Sujeito Homem 2 com o formato de EP. Em 2008, assinou contrato com a TV Cultura para apresentar o programa Manos e Minas exibido as quartas-feiras 19h e 30 min. Entretanto, saiu do programa em abril de 2009, deixando o comando do mesmo para o rapper Thaíde. Participou do Carnaval de 2010 pela Imperador do Ipiranga. Fonte Wikipédia

Músicas deste CD

01 - O chamado
02 - É tudo no meu nome (Remix)
03 - Gol
04 - Rap du bom
05 - De repente
06 - Vida bandida (Culpa Da Situação)
07 - Tributo às mulheres pretas
08 - Raízes (Toaster Roots 2)
09 - Suburbano
10 - Sou negrão
11 - Vida de negro
12-  Caso de polícia
13 - A bola do mundo 2
14 - Rap du bom (Remix)

Clique aqui ou nas capas para baixar